saiba o que e como estudar para o cargo de consultor

O Sefaz ES abriu 114 vagas para o cargo de Consultor de Tesouro Estadual. O Blog do AlfaCon traz dicas do professor André Fantoni para sua preparação para mais esta oportunidade na carreira fiscal

As inscrições para o novo concurso da Sefaz ES já estão abertas. Com a oferta de 14 vagas imediatas, mais 100 para cadastro de reserva no cargo de Consultor do Tesouro Estadual, especialidades de Ciências Econômicas e Ciências Contábeis, o prazo prossegue até 9 de dezembro. As oportunidades, para graduados nessas áreas específicas, estão distribuídas desta maneira:

  • Ciências Econômicas – 7 vagas imediatas e 50 para cadastro de reserva;
  • Ciências Contábeis – 3 vagas imediatas e 50 para cadastro de reserva;

A avaliação dos candidatos será realizada por meio de provas objetivas e discursivas. Os exames estão previstos para serem aplicados no dia 20 de fevereiro de 2022, em dois turnos. A banca organizadora é a FGV. Serão cobrados conhecimentos nas seguintes disciplinas:

  • Conhecimentos básicos
    Módulo I:
    – Língua Portuguesa;
    – Raciocínio Lógico-Matemático;
    – Informática;
    Módulo II:
    – Matemática Financeira;
    – Estatística;
    – Finanças Públicas;
    – Orçamento Público;
    Módulo III:
    – Direito Administrativo;
    – Direito Constitucional;
    – Direito Tributário;
  • Conhecimentos específicos
    Módulo IV – Ciências Contábeis:
    – Contabilidade Geral;
    – Contabilidade de Custos;
    – Contabilidade Pública;
    Módulo IV – Ciências Econômicas:
    – Microeconomia;
    – Macroeconomia;

Também será realizada uma avaliação de títulos para os aprovados nos exames escritos. Para te ajudar a se preparar para o concurso Sefaz ES, o Blog do AlfaCon foi ouvir o professor André Fantoni em busca de orientações. Confira mais detalhes sobre as prova e as dicas do professor Fantoni para planejar seus estudos pelos próximos meses.

👉 Leia mais: Carreira Fiscal: tudo o que precisa saber para ser aprovado no concurso Sefaz

O que faz um Consultor do Tesouro na Sefaz ES?

Consultor do Tesouro é uma carreira fim vinculada à Sefaz ES. Esse profissional é o responsável pela consultoria e pelo assessoramento privativos nos assuntos relacionados à Contabilidade Geral, Política Fiscal e Gestão Orçamentária e Financeira.

Compete ao Consultor do Tesouro Estadual da Sefaz ES:

I – planejar, programar, acompanhar, controlar e avaliar permanentemente o desempenho das receitas e despesas do Estado, visando à manutenção do equilíbrio das contas públicas estaduais;
II – supervisionar, coordenar e desenvolver atividades especializadas da gestão orçamentária, financeira, patrimonial e contábil, sob a forma de análises, pareceres, pesquisas, estudos, projetos, relatórios, redação, interpretação e elaboração de textos legais e normativos da administração pública estadual;
III – formular, monitorar e avaliar programas de gestão e de ajuste econômico-fiscal aplicados ao setor público estadual, propor diretrizes de política financeira, bem como oferecer alternativas para a tomada de decisão no campo das finanças públicas;
IV – gerir o Sistema Financeiro-Contábil, estabelecer e manter o controle da execução orçamentária, a produção de informações gerenciais e a gestão por custos da administração pública estadual;
V – promover a elaboração e análise do balanço geral do Estado, dos demonstrativos e relatórios orçamentários, financeiros, patrimoniais, contábeis e de previdência, voltados à prestação de contas do Governo estadual, em observância à legislação vigente; entre outros.

👉 Leia mais: Concurso Sefaz SC abre inscrições para analista; saiba como concorrer

Como serão as provas do concurso Sefaz ES Consultor?

As provas escritas do concurso Sefaz ES serão realizadas na cidade de Vitória. A prova objetiva será realizada no turno da manhã, das 9h às 13h, enquanto que a prova discursiva terá a sua aplicação no turno vespertino, das 15h às 19h. Ambas as provas serão aplicadas no dia 22 de fevereiro de 2022. A seleção constará de três etapas:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório
    A prova objetiva será composta por 120 questões, todas com cinco alternativas. As questões serão distribuídas em duas partes, sendo uma de Conhecimentos Gerais, com 80 questões, e Conhecimentos Específicos, com 40 questões;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório
    A prova discursiva valerá nota de 0 a 20 pontos. Somente será corrigida a discursiva dos 100 primeiros candidatos aprovados na prova objetiva de cada área;
  • Provas de títulos, de caráter classificatório
    Os candidatos também serão submetidos a uma prova de títulos, que terá caráter classificatório. Os títulos para análise deverão ser enviados (imagem do documento original, frente e verso) em campo específico no link de inscrição, das 16h do dia 21 de março de 2022 até as 16h do dia 25 de março de 2021;

👉 Leia mais: Concurso Sefaz SC: Como intensificar os estudos para a prova?

Como estudar para o concurso Sefaz ES Consultor?

O professor André Fantoni recomenda que os concurseiros que estão participando da seleção para auditor da Sefaz ES mantenham o ritmo de estudos e apostem em mais essa oportunidade. Segundo ele, a estratégia de preparação pode ser aproveitada, já que não há tanta diferença entre os editais dos dois concursos.

“Dar ênfase aos conteúdos de economia, tanto macro como micro, pois tem maior peso na prova, é uma das melhores estratégias para quem vai participar desse concurso. A parte de contabilidade pública e orçamento, que também serão exigidos para o exercício da função, devem ter uma atenção especial dos candidatos nessa reta final de preparação para as provas”, orientou o professor do AlfaCon.

Fantoni também frisou que os candidatos devem ter em mente que o preparo para um concurso da área específica de Economia cuja banca é a FGV não será uma prova simples de se enfrentar. Isso porque a banca da FGV é extremamente clássica nessa matéria e uma referência no país para esse setor.

“São provas bastante inteligentes e trabalhosas, com questões elaboradas de forma minuciosa, onde utiliza livros de doutrina internacional, inclusive. A banca elabora questões difíceis para exigir o raciocínio do aluno. E, normalmente, não é uma prova para fazer completa, com qualidade”, alertou o professor, ressaltando que o candidato vai precisar de “sangue frio para sequenciar as questões na hora da prova para responder às questões”, começando por aquelas em que tiver mais segurança de resolução.

Para reforçar os estudos na disciplina de legislação local, há uma aula especial do professor Gustavo Muzy sobre Regimento Interno para a Sefaz ES disponível no canal do YouTube do AlfaCon:

VER MATÉRIA COMPLETA