10 assuntos para a prova de redação

Edital do novo concurso ICMbio com 171 vagas para cargos de níveis médio e superior deve sair em até março. Saiba como se preparar para a prova discursiva

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma autarquia em regime especial vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integra o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama), teve o seu edital de concurso público 2021/2022 autorizado.

Agora, trabalha para escolher uma empresa para organizar o certame. Seis bancas organizadoras foram convidadas a apresentar suas propostas para organização da seleção:

  • Cebraspe;
  • Fundação Cesgranrio;
  • Fundação Carlos Chagas (FCC);
  • Fundação Getulio Vargas (FGV);
  • Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades);
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);

O próximo passo é criar uma comissão responsável pelo concurso para a condução de cada etapa até a homologação. Seguindo os trâmites normais, o edital deverá ser publicado em até seis meses, ou seja, até 6 de março de 2022.

O Blog do AlfaCon ouviu o professor de redação David Anthony para ajudar os concurseiros que pretendem se candidatar ao concurso do ICMBio a se prepararem para realizar uma boa prova discursiva e sair na frente da concorrência. Para isso, trouxemos também algumas informações sobre o órgão e relembramos como foi realizado o seu concurso público mais recente.

👉 Leia mais: Concurso ICMBio; saiba quais bancas poderão organizar a nova seleção

O que é o ICMBio?

Criado dia 28 de agosto de 2007, pela Lei 11.516, cabe ao ICMBio executar as ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as UCs instituídas pela União.

O instituto também tem entre suas atribuições fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção das Unidades de Conservação federais.

💡📚 Confira nosso curso online e GRATUITO para o concurso ICMBio: Técnico Administrativo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade

Como se preparar para a prova discursiva do concurso ICMBio?

A prova discursiva do concurso ICMBio 2014 avaliou conhecimento do tema, capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato teve que produzir um texto dissertativo primando pela coerência e pela coesão.

De acordo com o professor David Anthony, treinar é o melhor caminho para se fazer uma boa redação. E, com base nesse último processo seletivo e diante da grande possibilidade de a banda do concurso ICMBio ser a Cebraspe, o professor David Anthony explicou o que não pode faltar para uma boa pontuação na prova.

“O que o concurseiro não pode esquecer, na prova discursiva, de elaborar uma correta estrutura de dissertação, provavelmente uma dissertação expositiva, de colocar os comandos que a banca pede ao abordar o tema completamente, que é o primeiro passo de uma dissertação expositiva.”

Anthony também disse que, além de fundamentar o texto, o candidato deve conhecer fontes interessantes e confiáveis para serem usadas. “Para isso, o candidato tem de estudar vários assuntos, provavelmente os mesmos apontados pelo último edital”, alertou, elencando 10 temas para serem aprofundados e treinados:

  1. Estratégias para conservação das diversidades biológicas (hotpots);
  2. Estratégia de conservação de habitats e de espécies;
  3. Manejo sustentável de fauna;
  4. Ecologia e paisagem;
  5. Biomas e Sustentabilidade;
  6. Política para a biodiversidade;
  7. Código Florestal;
  8. Impacto ambiental;
  9. Política nacional para Povos indígenas e quilombolas;
  10. Plano estratégico para área protegidas;

O professor explicou que conhecer e dominar esses assuntos, ter um bom embasamento na área, usar fontes confiáveis são elementos que podem ser levados “para dentro” do texto do candidato nessa prova. Também salientou que os candidatos devem obter conhecimento sobre o cargo para o qual ele se candidatou, para relacionar os assuntos cobrados com a função que poderá vir a exercer.

“O que interessa em uma dissertação expositiva é o conhecimento que se consegue expor sobre o assunto proposto no texto. Por isso, estudar os conteúdos-coringa citados é muito importante para fazer a diferença na prova discursiva do ICMBio”, orientou David Anthony.

👉 Leia mais: Quais matérias estudar para concursos da área ambiental?

Como foi o último concurso ICMBio?

O edital mais recente para ingresso no ICMBio data de 2013/14, e foi organizado pela banca Cebraspe. Foram oferecidas 271 vagas no certame, para os cargos de Técnico Administrativo e Ambiental e de Analista Administrativo e Ambiental. O exame intelectual foi formado por provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, versando sobre conteúdos de conhecimentos básicos e específicos.

A prova objetiva de conhecimentos básicos foi constituída por 50 questões das seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Atualidades;
  • Legislação;
  • Noções de Informática;
  • Ética no Serviço Público;

Já a prova de conhecimentos específicos, com 70 questões, versou sobre:

Técnico Administrativo:
– Noções de Administração;

Analista Administrativo:
– Administração geral;
– Administração Financeira e Orçamentária e Orçamento Público;
– Administração de Recursos Materiais;

Analista Ambiental:
– Ecologia, conservação e manejo da biodiversidade;
– Biodiversidade, zoologia, botânica e história natural;
– Recursos florestais;
– Proteção, controle e monitoramento ambiental;
– Planejamento e gestão de UC;
– Aspectos históricos e sociais da ocupação humana na região do complexo Tapajós;
– Povos e comunidades tradicionais e a conservação da Biodiversidade;

A prova discursiva consistiu, para ambos os cargos de uma redação de texto dissertativo, de até 30 linhas. Para o cargo de Analista Ambiental, foi acerca de tópicos extraídos do objeto de avaliação “Aspectos históricos e sociais da ocupação humana na região do Complexo Tapajós”. Para os demais cargos, acerca de objeto de avaliação dos conhecimentos específicos dos respectivos cargos.

VER MATÉRIA COMPLETA